Pronto Socorro Veterinário | Yorkshire passa mal no banho e tosa e é internada na UTI
Pronto Socorro Veterinário 24 horas
Veterinário, Pronto Socorro, 24 horas, Pet, cão, gato , cachorro, animais silvestres, animais exóticos, clínica, UTI, laboratório
16148
post-template-default,single,single-post,postid-16148,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,, vertical_menu_transparency vertical_menu_transparency_on,footer_responsive_adv,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Yorkshire passa mal no banho e tosa e é internada na UTI

Yorkshire passa mal no banho e tosa e é internada na UTI

Meg chegou ao PSV com muita dificuldade e edema pulmonar agudo

 

Essa é a Meg, uma Yorkshire de 7 anos, mais uma paciente do Pronto Socorro Veterinário (PSV), que deu a entrada na clínica com um quadro de saúde muito grave. Meg começou a passar mal durante o banho em um pet shop de Uberlândia. Ela chegou ao PSV muito agitada e com muita dificuldade para respirar. Os veterinários da clínica logo identificaram que a cadelinha estava com um edema pulmonar agudo e cianótica (Língua azulada por falta de oxigênio).

Meg foi encaminhada rapidamente para nossa Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Colocamos oxigênio nela e aplicamos um tranquilizante para que ela pudesse se acalmar e respirar melhor, porém, a york não respondia ao tratamento. Decidimos então, encaminhar Meg rapidamente para a UTI , assim ela poderia respirar melhor e por estar sedada, não iria mais sofrer com a ansiedade, que estava piorando muito o quadro.

A Yorkshire permaneceu sedada na UTI por cerca de 4 horas. Após esse período, nossa equipe decidiu desligar a sedação e manter apenas oxigênio. Observamos que Meg estava se recuperando bem e ao voltar da sedação permaneceu com todos parâmetros ideais. Após 1h de recuperação, ela já estava comendo e bebendo água. Mesmo assim, nossa equipe achou melhor observá-la por mais um tempo e orientamos a proprietária a deixá-la internada na clínica durante a noite.

Por conta de Meg, ser uma cachorrinha muito agitada, sua tutora, Kellen Castilho, acabou optando por levá-la para casa e retornar no dia seguinte para uma nova avaliação e assim foi feito. Após um eletrocardiograma, diagnosticamos que a Meg é cardiopata e certamente essa foi a causa primordial do problema , que piorou por conta da ansiedade na hora do banho.

Felizmente, conseguimos socorrer Meg a tempo e agora ela está bem. Terá apenas que tomar um medicamento para o coração, mas com o tratamento, Meg terá uma qualidade de vida normal e se Deus quiser irá viver muito tempo ainda ao lado da sua família.
Nada é mais gratificante para nós do que salvar uma vida. Estamos muito felizes de contar essa história com o final feliz.

Se precisar de nós, já sabe! Estamos de plantão 24h para cuidar do seu bichinho. Conte conosco!

Quer saber mais sobre este assunto?

Então preencha o formulário e receba mais informações